Ex-funcionário da TSMC é condenado por vazar informações à Samsung

Por Redação Olhar Digital - em 27/08/2015 às 16h08

Um ex-funcionário da Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC) foi condenado pela Suprema Corte de Taiwan por vazar informações sigilosas da companhia à Samsung. Liang Mong-song teria revelado detalhes sobre a produção de chips de 28nm à concorrente.

O chinês trabalhou durante 17 anos na companhia e em 2009 renunciou ao cargo de diretor de pesquisa e desenvolvimento, alegando que gostaria de dar aulas e passar mais tempo com seus pais. No momento de sua saída, Liang assinou um termo que o impedia de trabalhar para a concorrência durante dois anos.

O executivo passou então a dar aulas na Universidade Sungkyunkwan, voltada para a pesquisa privada e que possui laços com a Samsung. Depois de o prazo estipulado em contrato terminar, Liang se tornou diretor de tecnologia na coreana.

A TSMC alega que o vazamento de informações ajudou a Samsung a ganhar uma vantagem competitiva. Em 2012 a companhia era líder do segmento de processadores para smartphones e sua versão de 28 nm era a mais avançada do mercado.

A justiça determinou que o diretor deixe seu cargo na Samsung, onde não poderá trabalhar até 31 de dezembro de 2015.

Via ArsTechnica