Quebrar senha de arquivo compactado (rar,zip,7zip…)

Todo mundo já deve ter baixado um arquivo compactado protegido por senha. E isso não quer dizer que o conteúdo é proibido. Apenas que está “atrás” de senha. “Eu acho! Rsrs”

Pois é, hoje resolvi buscar uma solução para esse problema, que não aconteceu pela primeira vez, e encontrei um pacote para GNU/Linux Debian e derivados (UBUNTU, MINT, BODHI, etc) que funciona bem e que resolveu o meu problema. Trata-se do RARCRACK.

O RARCRACK foi desenvolvido sob a licença GPL, por David Zoltan e é mantido, atualmente, pelo Programador Dinamarquês Ole Wolf, e é uma ferramenta “texto”, ou seja, roda direto no Terminal, muito eficiente e de uso bem simples, que utiliza de um método chamado de Brute Force para quebrar a senha.

Brute Force (Força Bruta) é um método de ataque em que prevalece a tentativa exaustiva de autenticação, baseando-se em um lista de palavras chaves. Sendo assim, ele consiste na tentativa de autenticação com todas as palavras chaves da lista, sendo que o ataque encerra-se quando uma das palavras chaves for aceita pela “vitima”, ou seja, quando a senha for descoberta. Quanto maior a lista de palavras chaves, maior será a chance de o ataque ser bem sucedido.

Apesar do programa não ter página de Manual, sua utilização é muito simples, como descrita na página de ajuda.

$ rarcrack --help
RarCrack! 0.2 by David Zoltan Kedves (kedazo@gmail.com)

Usage:   rarcrack encrypted_archive.ext [--threads NUM] [--type rar|zip|7z]

Options: --help: show this screen.
         --type: you can specify the archive program, this needed when
                 the program couldn't detect the proper file type
         --threads: you can specify how many threads
                    will be run, maximum 12 (default: 2)

Instalação do Rarcrack

$ sudo apt-get install rarcrack

 

Utilização

A maneira mais simples e mais usual é deixando que o programa identifique o tipo de compactação que foi utilizado, com a sintaxe a seguir:

$ sudo rarcrack arquivocompactado.zip

 

Um outra maneira de utilizar, é indicando o tipo de compactação utilizado, com a sintaxe a seguir:

$ rarcrack --type zip arquivocompactado.zip

Obs: Para arquivos .rar ou .7zip, basta trocar o tipo, ou seja, “–type rar” ou “–type 7zip”

Para acelerar um pouco o ataque é possível utilizar de um recurso do processador chamado de multithreads, que permite a segmentação e paralelização de uma tarefa, ou seja, permite que o processador divida a tarefa em partes e realize as partes simultaneamente, o que resulta em aceleração da tarefa.

É importante saber os limites de seu processador, já sabendo que o rarcrack suporta um máximo de 12 threads. Para utilizar o recurso, basta utilizar o parâmetro –threads, conforme a sintaxe a seguir:

$ rarcrack --type rar --threads 12 arquivo.rar

 

Obs: O rarcrack retoma o ataque do ponto onde parou, caso ele seja interrompido.

 

Referências:

https://www.profissionaisti.com.br/2011/11/o-que-e-brute-force-nada-alem-de-forca-bruta/

http://rarcrack.sourceforge.net/